Mitos e Verdades Sobre a Limpeza

Fazendo uma pesquisa rápida na internet sobre limpeza, você irá encontrar uma chuva de dicas caseiras e receitas infalíveis que prometem resultados incríveis. Existem muitos mitos e fatos na limpeza, sendo assim, como saber no meio de tantas informações, como manter a casa limpa?

É muito importante saber filtrar todas as afirmações, sendo elas verdadeiras ou falsas, devemos saber o que realmente funciona e é eficaz nos procedimentos de limpeza, tanto residenciais quanto corporativas. Isso tudo é essencial para evitar acidentes, relacionados ao uso incorreto de substâncias químicas, além de evitar prejuízos econômicos e materiais.

A escolha dos produtos de limpeza requer cuidado, atenção e discernimento entre o que é seguro, o que funciona e o que é apenas uma frase de efeito que pouco ou nada resolve.

Por isso, para te ajudar a esclarecer os mitos e apresentar as verdades sobre limpeza de casa e empresas, preparamos este artigo. Saiba tudo seguindo com a leitura!

mitos e verdades sobre a limpeza
Conhecer os mitos e verdades sobre a limpeza irá melhorar a sua limpeza

 

Conheça os 26 mitos e verdades sobre limpeza

Vamos à lista dos mitos ou verdades na limpeza. Como sabemos, nas etapas para se alcançar o conhecimento é importante estarmos abertos e dispostos a aprender cada vez mais. Acompanhe abaixo nossos esclarecimentos sobre os principais mitos e  verdades na limpeza que podem te ajudar a realizar com mais eficácia e segurança a higiene dos espaços:

1.Álcool Gel ou líquido podem ser considerados desinfetantes

Esta afirmação acima pode ser verdadeira ou falsa, tudo vai depender de algumas variáveis, como por exemplo, a concentração do álcool e o modo como o procedimento é realizado.

Sendo assim, caso não seja respeitada a concentração de 70%, e caso o procedimento não seja realizado da forma correta, passando-se vigorosamente por 30 segundos sobre a superficie, o álcool não terá seu efeito de desinfecção.

Quando o processo de limpeza for nas mãos, também existe a mesma necessidade de um protocolo de uso e de concentração.

2.Misturar água sanitária com sabão em pó é indicado para limpeza

Temos aqui um mito

Aliás, essa é uma mistura altamente perigosa, porém muito utilizada.

Existem muitos perigos neste tipo de mistura, pois libera-se um perigoso gás de cloro, e esse gás, quando aspirado frequentemente, causa muitos males a saúde.

3.Esfregue jornal ou use pasta de dente com bicarbonato para limpar espelhos e vidros.

Mais um mito

No inicio, pode gerar algum resultado, porém a prática regular de se esfregar jornal em vidros e espelhos não é indicada. Esse processo pode provocar danos irreparáveis aos vidros, tais como o surgimento de riscos e escurecimento do mesmo por causa da tinta de impressão.

Referente a mistura de pasta de dente com bicarbonato temos mais um mito.

Essa mistura na limpeza de vidros, pode provocar graves danos às superfícies, principalmente, pela perda de brilho e pelo surgimento de riscos por causa da abrasividade desta mistura.

Em nosso site temos um produto específico para este processo de limpeza o Limpa Vidros.

4.Vinagre misturado com alguns produtos vão limpar e evitar a formação de mofo

Outro mito

O vinagre é uma solução aquosa com aproximadamente 7% de ácido acético e tem ação antimicrobiana sobre fungos entre outros microrganismos.

Sendo assim, utilizar o vinagre, pode ser prejudicial tanto para a superfície que está sendo limpa, por seu caráter ácido, quanto ao usuário pelo seu cheiro e irritabilidade.

Não indicamos o seu uso!

Resultados na limpeza são fáceis de se conquistar misturando produtos ou usando ingredientes polêmicos. Em muitas vezes a limpeza iria acontecer de qualquer modo mesmo e o resultado já iria ser bom com alguns produtos! Não se deixe enganar.

5.Bicarbonato de sódio para remover manchas

Está afirmação é relativa porque o bicarbonato de sódio, quando utilizado de maneira isolada, pode ter ação abrasiva que auxilia na remoção de sujeiras em função da ação mecânica.

Porém em combinação com outras substâncias, pode agir de forma química e não indicada através da liberação de CO2.

Sugerimos seguir as orientações dos fabricantes. Caso exista a indicação de adicionar o bicarbonato em algum produto de limpeza faça. Se não existir, não realize nenhuma mistura.

6.A casa só esta limpa se a limpeza deixar um cheiro bom

Mito

Acompanhe este exemplo a seguir. Um ambiente ou superfície recebe uma carga de desodorizador para perfumar o ambiente, esse local pode ficar com um ótimo cheiro, sem nem sequer ter recebido limpeza e nem tão pouco uma desinfecção.

Sendo assim, apenas por imaginar essa situação, o leitor ja tem uma idéia de quanto falsa é essa afirmação, afinal de contas nem descrevemos a desinfecção e ela foi “trazida” pela presença do cheiro apenas.

7.Limpeza de pisos de cozinhas e banheiros com sabão em pó são efetivas

Mais um mito da limpeza

Mesmo sendo um hábito, usar sabão em pó para limpeza de pisos de cozinhas e sanitários, não é recomendado já que o produto tem alto nível de espuma e resíduos.

Sendo assim, o objetivo da limpeza pode ser alcançado com produtos melhores e que deixam o piso brilhando, sem os resíduos do sabão em pó que podem deixar o piso escorregadio e embaçado.

Em nossa linha, o produto que nossos clientes mais compram para pisos, é o Limpador Garra Oxiativo.

mitos e verdades sobre limpeza
A parte mais importante da limpeza é varrer o chão?

8.A parte mais importante da limpeza é varrer o chão

Não necessariamente varrer.

A limpeza seca é fundamental sim.

Antes de começar o processo de limpeza de pisos, a primeira etapa é a limpeza seca. Porém, se escolhermos realizar a limpeza seca com vassouras, podemos errar. Varrer levanta poeira e pode ser prejudicial para a saúde dos moradores, até mesmo transferindo parte da sujeira para outro lugar.

Existem ferramentas de limpeza, desenvolvidas com o objetivo de melhorar ainda mais este processo, como por exemplo o mop pó ou mop água, que podem fazer parte da limpeza ou até mesmo toda ela.

9.Os produtos conhecidos popularmente como multiuso podem ser aplicados em qualquer ambiente.

Verdade

Todo produto de limpeza, que é multiuso, tem muita diversidade e maneiras para ser utilizado na hora de remover a sujidade.

Então afirmar que vale a pena ter um limpador desse tipo é verdade, devido a sua versatilidade. 

10.O tamanho do ambiente não influencia no tipo de limpeza e produto utilizado

Mito.

Em locais maiores, o uso de produtos mais concentrados é mais indicado do que os produtos pronto uso. A qualidade da limpeza e desinfecção ficam melhores com produtos profissionais. Além disso, é possível ainda gerar economia para quem compra.

11.Existem produtos específicos para acabar com as bactérias

Verdade

Um exemplo deles sã0 os desinfetantes, eles podem sim eliminar as bactérias. Porém é importante que respeitemos o modo de usar de cada produto, como por exemplo diluição e seu tempo de ação.

Os detergentes neutros também podem remover bactérias, cerca de 80% das bactérias podem ser eliminadas das superfícies quando os produtos detergentes são usados da forma correta. Mas os desinfetantes eliminam até 99,99% durante a desinfecção de ambientes.

Sendo assim você deve escolher o que seria mais indicado para sua necessidade.

12.É possível realizar a limpeza de casa apenas com mops 

Mito

Os mops, são equipamentos que estão muito na moda, seja ele seco ou do tipo úmido. Eles podem limpar quase todos os locais, porém é importante saber que apenas as ferramentas de limpeza não bastam para ter uma casa limpa por completo.

Para ter um processo de limpeza efetivo, é preciso adicionar produtos de limpeza, como por exemplo detergentes, desinfetantes, entre outros tipos.

13.Utilize produtos de limpeza profissionais para economizar água e energia

Verdade

Os produtos e processos de limpeza profissional ajudam na economia. Estudos de nossa empresa mostram que, em alguns procedimentos de limpeza, pode haver até 90% de redução de consumo de produtos desinfetantes e até 30% no tempo gasto na operação.

Em relação as despesas de material de limpeza, é possível que seja reduzida em até 30%, utilizando produtos de limpeza profissional ao invés de produtos de limpeza caseiros.

14.Produtos com cores mais claras são mais fracos que produtos de cor escura

Mito

As pessoas acreditam que a cor de um produto de limpeza tem alguma relação com a eficiência do produto de limpeza, porém sua cor é uma decorrência da adição de corantes, utilizados nos produtos e não tem relação com o seu poder de limpeza.

15.Desinfetar frutas e legumes com vinagre é uma boa opção para eliminar bactérias

Não é bem assim.  O vinagre é uma solução aquosa com aproximadamente 7% de ácido acético e, como tal, tem ação antimicrobiana sobre fungos entre outros microrganismos.

Porém o volume a ser utilizado para alcançar o objetivo é alto e quase nunca utilizado corretamente, ou seja, a recomendação mesmo é a realização de limpeza em 2 etapas. A primeira é a limpeza mecânica, trata-se da lavagem das frutas e verduras com as mãos, uma a uma.

Na sequência, deve-se usar um produto baseado em cloro, como a água sanitária ou um produto profissional como o desinfetante de saladas kitch care clorado para os ambientes profissionais ou produtos a base de cloro que podem ser comprados em supermercados. Sempre usando na diluição recomendada!

16.O álcool 96% é melhor que o álcool 70%

Mais um mito

Podemos ter a justificada impressão de que o produto mais concentrado é mais eficiente do que o produto que tem menor concentração. Porém o álcool 70% pode ser utilizado como desinfetante, pois possui a medida ideal de álcool para realizar a operação. Nessa concentração os microorganismos são afetados de uma maneira fatal.

Já o álcool 96% não tem a mesma capacidade de desinfecção do álcool 70%, exatamente por ser mais concentrado.

Além disso a venda do álcool 96 não é indicada, devido ao risco comprovado a nossa segurança devido ao alto risco de incêndio.

17.Quanto maior a viscosidade de um produto, melhor é seu poder de ação

Mito

Algumas pessoas acabam associando a viscosidade com a maior concentração do produto, consequentemente acreditam que o produto terá maior poder de ação. É possível fabricar produtos com altas taxas de viscosidade, sem o emprego de ativos de limpeza.

A necessidade real, de ter uma maior viscosidade nos produtos de limpeza, está mais relacionada à sua forma de uso. Como no exemplo a seguir: em superfícies verticais, a viscosidade do produto de limpeza pode ser necessária, de modo a permitir maior tempo de contato do produto com a superfície.

mitos e verdades sobre limpeza
Quanto mais espuma o produto faz, maior é seu poder de limpeza?

18.Mais espuma maior sua concentração e seu poder de limpeza

Mito

Para muitos de nós, quanto mais espuma mais concentração de ingredientes ativos do produto, consequentemente, maior poder de ação do mesmo. Mas aqui deixamos claro que, na realidade, representa um grande engano.

Mais espuma não é indício da capacidade de limpeza de um produto químico de limpeza. Existem tensoativos que provocam grande espuma em baixíssimas concentrações e não promovem limpeza.

Grandes volumes de espuma tem a necessidade de muitos enxágues e, consequentemente, aumento do uso de mão de obra, tempo e água no processo de limpeza.

19.Detergente e desinfetante misturados aumentam o poder de limpeza das superfícies

Temos aqui mais um mito

Misturas de detergentes e desinfetantes, não só não aumentam o poder de limpeza, como anulam-se mutuamente. A maioria dos detergentes são formulados com tensoativos aniônicos [carga elétrica negativa (-)]. Já os desinfetantes são formulados com tensoativos catiônicos [carga elétrica positiva (+)].

Com isso a simples mistura dessas substâncias anula sua ação tanto pelo seu poder de limpeza quanto por sua capacidade de desinfetar.

20.Produtos à base de cloro danificam o estofado

Verdade

A maior parte dos produtos à base de cloro, possuem caráter alcalino, isso ocorre porque o hipoclorito de sódio é obtido passando-se um fluxo de cloro gasoso em uma solução concentrada de hidróxido de sódio (soda cáustica).

Sendo assim, o seu uso se torna contraindicado em materiais que possuem alguma oleosidade, como é o caso dos estofados, sejam naturais ou sintéticos. Existe também o risco de desbotar os tecidos com o uso de produtos clorados.

21.Mais produto de limpeza melhor o resultado

Outro Mito

Vamos acompanhar esse exemplo, em nossa linha de comercialização, onde existem produtos, como o produto Garra, que atinge diluições altíssimas.

Para ter uma ideia, seria possível “fabricar” até 200 litros de água com apenas 2 litros do produto para ter um bom limpador geral, que é o conteúdo da embalagem.

Usar grandes quantidades de produtos pode trazer problemas, como a geração de resíduos. Estes podem deixar as superfícies opacas ou escorregadias, sem ajudar a deixar a casa limpa. Devemos sempre seguir a indicação dos fabricantes de produtos de limpeza quanto a diluição para não correr riscos.

22.Borrifador na limpeza gera economiza

Verdadeiro!

Inclusive, em um estudo de caso, podemos observar que existe a oportunidade de redução de até 90% no consumo de produtos desinfetantes, no ambiente hospitalar, com uso de borrifadores.

23.A diluição em água reduz o efeito do produto químico de limpeza

Não é bem isso que acontece.

De uma maneira geral, todos os produtos de limpeza químicos já são preparados com água para seu uso e requerem água adicional para sua função. Alguns produtos são vendidos de forma diferente, em formato pronto uso, especialmente para os ambientes domésticos, onde são mais utilizados.

O uso de produtos concentrados é mais indicado para ambientes profissionais, como visto acima. Já o uso sem diluição, às vezes, pode até piorar o seu desempenho.

24. Misturar produtos de limpeza aumenta a eficiência

Mais um mito de limpeza

Alguns tipos de mistura de produtos de limpeza podem causar reações químicas muito perigosas para as pessoas que as utilizam. Acreditar que misturar produtos pode melhorar o resultado final da limpeza é um erro e as pessoas correm sérios riscos realizando tais misturas.

25.Mármores e granitos são resistentes a qualquer produto de limpeza

Mito

Mesmo sendo pedras resistentes, os mármores e granitos podem ser danificados pelo uso frequente ou eventual de produtos químicos de limpeza ácidos ou alcalinos. Os próprios fabricantes das pedras, indicam sempre produtos neutros para realizar a limpeza.

26.Soluções com limão e vinagre limpam tudo

Mito

O limão e o vinagre são substâncias ácidas, que podem atuar na limpeza de alguns tipos de sujeiras com características alcalinas, através do mecanismo de reação ácido/base, sendo muito pouco eficazes contra quaisquer outros tipos de sujeira.

É muito mais simples optar por um produto de limpeza mais efetivo do que arriscar combinações.

Para finalizar

Esses foram os principais mitos e verdades sobre a limpeza e seus produtos, sempre relacionados à como manter a casa limpa, que separamos para você.

Mais do que determinar as variações entre certo e errado, é preciso ter conhecimento, moderação e fazer uso dos recursos e produtos de limpeza com responsabilidade, cuidado e segurança, certo?

Continue acompanhando o nosso blog para mais dicas sobre limpeza!